top of page

Por onde (re)começar a prática de mindfulness?


Em tempos de (re)começos como um novo ano, um novo mês, uma nova semana, um novo plano de vida, sempre recebo essa pergunta de pessoas iniciantes na prática e de pessoas com experiência, mas com dificuldade de retomar os exercícios meditativos na rotina.




E pra falar sobre isso, é importante falar sobre como mindfulness pode se tornar um hábito.


Sabemos (ou talvez não?) que existem várias formas de praticar mindfulness, não apenas através da meditação formal, aquela famosa prática que envolve prestar atenção na respiração (lembrando que essa é apenas um tipo de prática meditativa). Podemos praticar mindfulness através da atitude que adquirimos diante das coisas, seja enquanto nos alimentamos, seja enquanto nos exercitamos, seja enquanto conversamos e respiramos. A verdade é que a atitude e a intenção são duas coisas essenciais dentro desse processo de inserir mindfulness como hábito na rotina.


E falando sobre hábito, a neurociência já mostra um tanto de estratégias que podem ajudar para a construção ou desconstrução de um hábito. A essência disso está na facilidade ou na dificuldade que promovemos ao início da atividade que queremos que vire hábito (nesse sentido, que a atividade fique mais "automática" e que não exija tanto esforço para fazê-la).


Levando isso em conta, algumas estratégias que você pode adotar para (re)começar a praticar meditação mindfulness são:


  • Plano de implementação da prática formal: como você vai fazer a prática? quando você vai fazê-la? por quanto tempo? qual prática? Tenha especificidade sobre isso e determine um tempo no seu dia para fazer sua prática formal.

  • Empilhe hábitos: Fica muito mais fácil inserir uma nova atividade na rotina quando você associa essa nova atividade a uma outra que já está automatizada, ou seja, que já não te exige tanto esforço para inicia-la. O que você faz todos os dias que você nem pensa ou nem tem que decidir fazer? é possível adicionar uma prática logo antes ou depois disso?

  • Faça pausas no seu dia: A prática informal é importante. Trazer sua consciência para o momento presente através de uma checagem de como você está é algo simples e eficiente para começar ou retomar sua prática de mindfulness. Experimente!

  • Tenha um grupo: Fica muito mais fácil construir qualquer hábito se você assume um compromisso com outra pessoa. Pode ser uma, duas, dez.. Mas o ambiente e seus relacionamentos influenciam demais na manutenção de uma atividade que você quer desenvolver como hábito. Por isso, tenha um grupo de prática, um grupo de pessoas que, mesmo que tenham motivações diferentes, tem os mesmos objetivos que você: praticar.



Se você não sabe bem como (re)começar e precisa de ajuda pra isso, eu criei um curso completamente online que você pode fazer no seu tempo, no seu ritmo e que com certeza vai te auxiliar na construção dos fundamentos necessários para o desenvolvimento da habilidade mindfulness como um hábito de vida.


O Mindfulness na prática está disponível no momento da sua inscrição e tem método, estratégia e ciência para te auxiliar nesse processo. Faça de onde estiver, da forma mais conveniente e desfrute os benefícios da prática formal e informal de mindfulness. Nesse curso explico tudo que você precisa saber, o passo a passo da meditação mindfulness e da neurociência do hábito, para desenvolver essa habilidade no seu cotidiano. E o mais importante: você vai aprender a integrar essa prática na vida, tendo uma vida meditativa, com uma mente treinada e um corpo presente.


E caso você queira se juntar a um grupo, te ofereço uma comunidade online chamada Contrafluxo, na qual eu divido insights, reflexões e provocações sobre temas diversos através de vídeos e podcasts, e também nos encontramos semanalmente para praticar meditação de forma online e ao vivo. Os encontros acontecem toda terça-feira das 19:30 as 20:15 (horário de Brasília) e a gravação fica disponível na plataforma do contrafluxo para quem não puder estar ao vivo conosco.


Espero que você tenha ótimos começos, com bastante presença, prática e intenção e que também faça parte desse movimento em contrafluxo que estamos construindo.


Boas práticas.


66 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page